Falar de Zé Bezerra é importante situar seu habitat o vale do Cantimbau onde meio verdadeiro santuário ecológico, entre fósseis de animais pré-históricos e inscrições rupestres de mais de 5.000 anos Bezerra transforma os restos de madeira que naturalmente encontra em seu caminho em uma infinidade de animais, cabeças e tudo que é possível em sua imaginação com pouco gestos e interferências. Para exposição foi selecionados vários trabalhos adquiridos pela galeria.